‘Será a mais dura disputa eleitoral que a Bahia já viu’, diz ACM Neto sobre 2018

Sábado / 23 Dez 2017 / 15h22



Prefeito ACM Neto falou sobre o primeiro ano do seu segundo mandato Passava de 12h de ontem quando a equipe do CORREIO entrou no gabinete do prefeito ACM Neto (DEM). Com os olhos voltados ora para a Baía de Todos os Santos ora para o smartphone na mão, Neto parecia distraído. “Está pensativo, prefeito?”, perguntou a reportagem. “Estou escolhendo a palavra certa para uma resposta. Não posso errar. Hoje, tudo que escrevemos aqui vira documento”, explicou. Quase cinco minutos depois, Neto iniciava a entrevista, na qual falou sobre os desafios de ter sua segunda gestão comparada com a primeira, áreas da prefeitura que precisam de avanços, dúvidas e certezas sobre a eleição de 2018, queda de braço com o setor de transportes, integração do metrô, reajuste de ônibus e, claro, o eventual duelo com o governador Rui Costa (PT): “Se eu decidir ser candidato, ele vai enfrentar um adversário duro, que vai colocar o dedo na ferida e mostrar todos os problemas da Bahia que são encobertos com grandes gastos em propaganda”.