Índios dizem que terras da fazenda de Geddel é sagrada e querem demarcação

Quarta / 27 Set 2017 / 13h15



Foto: Reprodução

A fazenda do ex-ministro Geddel Vieira Lima, que fica em Potiraguá, no sul baiano, está ocupada há quatro dias por índios pataxó. Eles exigem a demarcação das terras. De acordo com os índios, o local é “sagrado”, pois existem ao menos três cemitérios indígenas. O político está preso em Brasília. A Polícia Civil do município encaminhou o caso para a Delegacia da Polícia Federal de Vitória da Conquista, no sudoeste do estado, já que a PF é o órgão reponsável por atuar em situações que envolvam indígenas. De acordo com o G1, até o último sábado (23), mais de mil cabeças de gado estavam na fazenda, mas, segundo os índios, no domingo (24), funcionários levaram os animais.