Colunista
Nonato Lobo

Hospital Municipal de Teixeira de Freitas será custeado por consórcio de saúde

Segunda / 29 Fev 2016 / 11h00



Foto: Divulgação

O Hospital Municipal de Teixeira de Freitas entrará para o rol de serviços do Consórcio Público Interfederativo de Saúde do Extremo Sul da Bahia, formado por treze municípios da região. A proposta foi aprovada na quinta-feira (25), em um encontro que reuniu prefeitos e representantes das cidades consorciadas.  Com a decisão, os custos da unidade hospitalar, em torno de R$ 3,6 milhões por mês, serão rateados entre os entes consorciados, proporcionalmente à população, dando maior fôlego ao financiamento do hospital. Esta será a primeira experiência de incluir serviços de um hospital municipal em um consórcio. Constituído em novembro de 2015, o consórcio é formado pelos municípios de Teixeira de Freitas, Caravelas, Ibirapuã, Itamaraju, Itanhém, Jucuruçu, Lajedão, Vereda, Prado e Nova Viçosa, Alcobaça, Medeiros Neto e Mucuri. Regulamentados por meio de lei estadual sancionada pelo governador Rui Costa, em setembro de 2015, os consórcios de saúde são voltados para a ampliação e descentralização de serviços de saúde e o reequilíbrio financeiro dos municípios.  No modelo proposto pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), os consórcios envolvem os municípios, que terão a participação do Estado, passando a ficar responsáveis pela gestão regionalizada de serviços, como unidades de pronto atendimento, laboratórios regionais, e, eventualmente, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) e hospitais municipais.

TÓPICOS:

Teixeira de Freitas