Bahia do Povo

Colunista
Nonato Lobo

Estudante de Livramento é suspeita de crime de falsidade para ingressar no curso de medicina da Uesb em Conquista

Quinta / 31 Mar 2016 / 10h15



Foto: Nonato Lobo/ Bahia do Povo

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) formalizou denúncia contra uma estudante de medicina de Livramento de Nossa Senhora - cuja nossa reportagem optou por preservar o nome - por suposta pratica de fraude para ingressar no curso de Medicina da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), por intermédio do sistema de reserva de cotas adicionais para o grupo de quilombolas. A equipe de reportagem do site L12 Notícias teve acesso ao processo e comprovou a veracidade da denúncia. Conforme informações do MP-BA, após sua aprovação a denunciada ao realizar sua matrícula apresentou uma declaração da Presidente da Associação do Desenvolvimento Comunitário Cultural Educacional e Social do Quilombo de Rocinha e Região, Maria Regina Bonfim, que informava que a estudante acusada residia no Povoado Rocinha. Ainda segundo o MP-BA, documento fez constar uma declaração falsa, uma vez que a acusada não residia naquele local. Como agravante consta no processo o preenchimento da ficha de “Requerimento matrícula vestibular” pela denunciada que declarou residir no Povoado Rocinha em Livramento de Nossa Senhora. A Estudante é acusada de alterar fato de relevância jurídica o que permitiu realizar matrícula pelo sistema de reservas de cotas porque faltou com a verdade com relação ao seu local de residência.
 

De acordo com a Promotora de Justiça de Vitória da Conquista, Carla Medeiros dos Santos Santoro Nunes, mediante a gravidade dos fatos mencionados, a estudante deve responder processo penal previsto em lei, após serem ouvidas na fase de instrução as testemunhas, todas residentes no  Povoado Rocinha-Itaguaçu de Livramento de Nossa Senhora.

Consta no processo ainda um procedimento ministerial realizado pelo MP-BA onde revela que a estudante tem uma boa situação socioeconômica, tendo em vista que seu pai é proprietário de uma concessionária de motos Honda e de carros em Livramento de Nossa Senhora. Afirma que a denunciada sempre residiu em área nobre da cidade de Livramento.

Por fim, a Promotoria de Justiça Titular da 2ª Promotoria de Justiça, Carla Medeiros dos Santos Santoro Nunes carta precatória para Promotor de Justiça substituto de Livramento de Nossa Senhora, Dr. Milen Castro para apuração de crime de falsidade cometida por pela estudante.

Segundo informações, outros estudantes de medicina do município de Livramento teriam usado os mesmos métodos fraudulentos para ingressarem em faculdades de medicina e outros cursos, no entando ainda não houve denuncia ou o Ministério Público ainda não apurou. 

 

As informações  são do L12 e do MP

TÓPICOS:

Livramento de Nossa Senhora

comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.