Bahia do Povo

Colunista
Nonato Lobo

Homem colocado em mala de carro por PMs denuncia ter sido torturado

Segunda / 29 Fev 2016 / 15h40



O serralheiro Moisés Gonçalves, que foi flagrado em vídeo sendo colocado em um porta-malas por policiais militares, que estavam em trajes civis, esteve na sede da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado da Bahia nesta segunda-feira (29), para denunciar que, após ter sido retirado do condomínio onde mora, no bairro de Itinga, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, ele foi levado para um matagal, onde teria sido torturado pelos polciais. Ele foi liberado após ser levado para a 27ª Delegacia (DT/Itinga), porque não havia nada contra ele. A Superintendência de Apoio e Defesa aos Direitos Humanos (SUDH), ligada à Secretaria de Justiça, informou que acionará o Ministério Público da Bahia (MP-BA) e acompanhar o resultado do exame de corpo de delito que será feito ainda nesta segunda. Moisés poderá ser incluido no programa de Proteção a Vitimas e Testemunhas (Provita). "A tortura é um crime no nosso país punido severamente, e é imporntate que essas questões sejam melhor investigadas e levadas à corregedoria da polícia. Os policiais podem ser punidos com sanções administrativas ou criminais", disse a superintendente Anhamona de Brito. Em nota, a PM informou que a corregedoria da corporação irá apurar administrativamente a conduta dos policiais militares que prenderam Moisés.

comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.